Análises de Solo e Planta

Análises de Solo e Planta

As análises de solo são úteis para se conhecer o pH, matéria orgânica e capacidade de troca de cátions (CTC), indicando assim a disponibilidade de nutrientes e as características de adsorção de nutrientes ao solo. Podem ser usadas para avaliar níveis de potássio e fósforo no solo e também para fornecer um indicativo de desequilíbrio nos teores de cátions,como por exemplo, as relações K:Mg:Ca. Porém, a análise de solo não é um bom indicativo para exigências de N. Assim, apenas análise de solo não fornece informações suficientes para assegurar uma nutrição adequada.

Análise de Tecido Foliar

A análise de folha auxilia no monitoramento das necessidades da cultura ao longo do crescimento. Análises sazonais, conduzidas no mesmo estágio de crescimento, ajudam o produtor a ter uma melhor visão sobre o estado nutricional e as necessidades, destacando onde são necessários ajustes dentro do programa de adubação.

A análise de folha também deve ser usada para diagnosticar ou confirmar deficiências nutricionais, particularmente onde os sintomas visuais são confusos, não visíveis, ou onde ocorrem múltiplas deficiências nutricionais.

É importante assegurar que as análises foliares sejam norteadas por procedimentos padronizados. A fase de pré-florescimento é a mais indicada para amostragem, porém análises mais frequentes são desejáveis para averiguação e ajuste de nutrientes durante períodos de crescimento ativo. Na prática, o terceiro e quarto pares de folha a partir do ápice em um galho primário ativo de plantas produtivas, são mais comumente amostradas. As amostras devem ser formadas por aproximadamente 100 folhas selecionadas aleatoriamente de 40 plantas dentro talhões homogêneos de 2 a 4 ha. As tabelas 1 e 2 mostram padrões para níveis de macro e micro nutrientes baseados em análises de tecido foliarю

Macronutrient Leaf Analysis Standards
Micronutrient Leaf Analysis Standards - Various Sources

Relações de Nutrientes

Critical Macronutrient Ratios in Coffee Leaves, Brazil

As análises de solo e folha devem também ser usadas para avaliar desequilíbrios nos níveis de nutrientes. Quando os valores críticos de potássio, magnésio e cálcio (Tabela 3) são excedidos, a extração de outros cátions também é afetada. Por exemplo, o crescimento produtivo ocorre quando a relação K:Ca na folha é em torno de 1,7 a 2,1. As tabelas de relação de nutrientes (ex., Tabela 3) pode ser um guia importante para assegurar que os nutrientes estejam em equilíbrio, porém não devem ser usados para determinar doses de fertilizante.