Manejando Sólidos Solúveis Totais (SST) em Citrus

O teor de SST nos frutos é normalmente obtido a partir de avaliações do grau Brix do fruto. O SST ou “conteúdo de açúcar” mede e inclui os carboidratos, ácidos orgânicos, proteínas, gorduras e minerais do fruto. Isso representa 10-20% do peso fresco do fruto e aumenta com o amadurecimento do fruto para produzir um fruto menos ácido e mais doce. É importante que o produtor tenha o objetivo de gerar um balanço aceitável de SST e acidez do fruto (ver TSS/Acid ratio).

Nutrição da Cultura e SST do Citrus

Potássio e nitrogênio tem relativamente um menor efeito em SST. No entanto, boro, ferro, manganês e zinco aumentam SST. Molibdênio, por outro lado, induz a redução de SST.

Boro

Boro aumenta os níveis de açúcar no fruto. Nesses ensaios – particularmente com laranja-doce – houve em torno de 50% de aumento em SST a partir do uso de uma aplicação com 0,6% de boro.

Ferro

O uso do ferro aumenta efetivamente os teores de açúcar no fruto. Ensaios mostram aumentos onde o ferro era deficiente em laranjas Pineapple, Washington Navals, e tangerinas Balady.

Manganês e Zinco

Manganês – frequentemente associado com zinco – aumenta o conteúdo de SST no fruto. Isso pode também ajudar a melhorar o teor de ácido ascórbico no fruto. Dessa forma, manganês possui pouca influência na relação SST/acidez  e essa combinação de melhorias no teor de açúcar e acidez produz um fruto mais desejável para o consumidor.