Mercado de Milho

Comparado com trigo e arroz, o milho é provavelmente a cultura de grãos com os mais diversos tipos de uso.

Alimentação Animal

Aproximadamente dois terços da produção mundial de milho é cultivada para alimentação animal. A maior parte é colhida em grãos para uso como ração animal, sendo que em alguns países a produtividade atinge em média 10 t/ha. Tanto os grãos como a planta inteira de milho para forragem fornecem uma das maiores fontes de energia para alimentação animal, fornecendo mais óleo que trigo ou cevada, porém com menor teor de proteínas do que o encontrado em cereais.

Table Grain Maize Production

Bovinos

Os grãos de milho são ricos em amido, que possui uma degradação mais vagarosa no rúmen de bovinos e portanto amplamente utilizado para alimentação do gado. Como resultado da passagem relativamente mais vagarosa do milho pelo animal, a digestão leva mais tempo, e assim – comparado com outras fontes de alimento como trigo e cevada – há um maior aproveitamento.

Aves

Frangos precisam de uma grande proporção de alimentos de alta energia na dieta e assim os grãos de milho – com um valor de energia metabolizável de 15 MJ/kg de MS – são amplamente usados. Os altos níveis de amido em milho são facilmente digeríveis pelas aves, altamente palatáveis e livres de fatores anti-nutricionais. O milho também fornece xantofilas que melhoram a cor da gema e ácido linoleico que aumenta o tamanho do ovo. Isso ajuda a impulsionar a qualidade e o aspecto dos ovos.

Suínos

O milho também é uma fonte-chave de grãos para alimentação de suínos, tanto como grão ou como silagem de grão úmido, devido ao alto valor de energia digerível e baixo valor proteico.

Consumo Direto

O milho permanence sendo uma fonte de alimento dominante em muitas partes do mundo. Mundialmente, em torno de 116 milhões de toneladas de milho são usadas para consumo humano – 30% desses está na África – e 21% em países da África Subsaariana. O milho responde por 15-20% das calorias diárias totais na dieta de mais que 20 países em desenvolvimento.

Consumo Processado

Como uma importante fonte de amido, glúten e óleo de cozinha, o milho é usado em diversos produtos alimentícios refinados e processados para cozinha. O milho é responsável pelo abastecimento de 90% do amido consumido nos EUA. Produtos alimentícios específicos derivados do milho incluem flocos de milho, canjica, e pipoca, que é um tipo de milho onde o núcleo do grão explode quando aquecido.

Milho doce

Em adição ao milho em grão, em torno de 1 milhão de ha de milho doce (var. saccharata) é cultivado mundialmente para consumo humano. Essas plantações produzem somente menos de 9 milhões de toneladas de milho doce, representando apenas 0,006% do total de grãos e forragem de milho cultivados mundialmente.

Amido Industrial

O milho está sendo cada vez mais usado como uma fonte de amido para indústrias farmacêuticas, papeleiras, de construção e mineração. Esse amido normalmente é obtido após um processo de refinamento que também produz germe, fibra e proteína do milho. Os produtos são diversos e incluem pacotes plásticos biodegradáveis, papel reciclado, papelão, detergentes, fraldas, cosméticos, adesivos, surfactantes e agroquímicos.

Bio-etanol

Em torno de 40% do milho cultivado nos EUA – 130 milhões de toneladas – é processado para etanol. 1 tonelada de milho produz em torno de 4-500 litros de bioetanol. Dois processos básicos são empregados:

  • Moagem a seco consiste na moagem do grão inteiro, com adição de água, formando uma espécie de pasta que é cozida e então destilada; o etanol é fermentado a partir do destilado resultante.
  • A Moagem úmida envolve a imersão ou maceração do grão. A suspensão é então processada para separar os componentes de germe, fibra, glúten e amido do milho. O amido é fermentado em etanol.

Bio-gás

A planta inteira de milho é amplamente cultivada como uma matéria-prima chave para a produção de bio-gás, em diversas partes da Europa, por exemplo, como um meio de atingir metas de “energia verde”. Nesse processo, a planta é picada, ensilada e então alimenta um digestor anaeróbico onde os micróbios digerem o milho – junto com outros materiais orgânicos – para produzir metano.

O milho possui uma das maiores produções de gás por tonelada de matéria-prima, e variedades especialmente selecionadas, com alto teor de MS podem produzir até 60 t/ha de peso fresco e gerar mais que 6000 m3 de metano por ha, largamente utilizados para produzir eletricidade para a indústria de energia.

Table Zea mays

O tipo de maior valor econômico é o milho dentado. O milho dentado possui coloração amarela e branca, sendo que a preferência por um ou outro é dependente do gosto do consumidor.

O milho branco é similar ao amarelo, mas não possui o pigmento de caroteno. É amplamente cultivado para consumo humano. A produção mundial de milho branco é atualmente estimada em torno de 65-70 milhões de toneladas, representando apenas 10% da produção mundial anual. Mais de 90% do milho branco é produzido nos países em desenvolvimento, onde isso representa em torno de um quarto de toda a produção de milho.