Influência sobre a produtividade da cultura de algodão

A produtividade é controlada pela genética da planta e o meio ambiente. Esses, por sua vez, são modificados por práticas culturais.

A produtividade é controlada pela genética da planta e o meio ambiente. Estes, por sua vez, são modificados por práticas culturais. Em termos agronômicos, a produtividade pode ser considerada quanto aos seus componentes principais: número de capulhos por unidade de área multiplicado pelo seu peso.

O crescimento da planta e o desenvolvimento dos capulhos dependem da produção de matéria seca pela fotossíntese, portanto, trata-se de um processo fundamental para a produtividade. Esses processos exigem luz solar, água e nutrição adequada das plantas. A maximização desses processos por meio de boas práticas culturais exige atenção cuidadosa com relação aos fatores que podemos controlar, principalmente a água e a nutrição das plantas.

Os produtos de carboidratos da fotossíntese precisam ser translocados para o desenvolvimento dos frutos que, por sua vez, precisam ser protegidos das pragas. O algodoeiro é sensível à umidade. A água pode limitar a produtividade do algodão. Em áreas desertas do globo, onde o algodão é produzido, a irrigação é obrigatória. Em áreas úmidas, a irrigação é essencial para a manutenção da produtividade durante a seca.

 

Procure orientação da Yara para todos os problemas de produtividade do algodão