YaraVita BIOTRAC

YaraVita™ Biotrac™ é uma formulação líquida para aplicações foliares que combina nutrientes e ativos biológicos provenientes do extrato de algas Ascophyllum nodosum. Como um fertilizante, o efeito sinérgico dessa combinação auxilia na mitigação de estresses abióticos como variações extremas de temperatura, condições inadequadas de umidade, além de contribuir nos estádios fenológicos críticos como pegamento, florada, frutificação e por fim, incrementando os níveis de qualidade e produtividade dos cultivos.

Informações sobre produto e segurança

Aplicação do produto

Maças

Maçã: 1-3 L/ha aplicados no pré-florescimento, repetindo a aplicação no florescimento pleno e novamente após a queda das pétalas. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Feijão

Feijão: Três aplicações de 1 a 3 L/ha, iniciando entre 4 e 6 folhas expandidas e com intervalo de 10 a 14 dias entre aplicações. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Vegetais Brassica

Brássicas: 50ml/100L de água, realizando uma aplicação semanal até o final do ciclo, iniciando as aplicações a partir dos 30 dias após transplante. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Cenouras

Cenoura: Três aplicações de 1-3 L/ha, sendo a primeira quando as plantas tiverem altura de 15 cm, e respeitando um intervalo de 10 a 14 dias entre aplicações seguintes. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Cereais

Cereais: 1 a 3 L/ha aplicados a partir de 2 folhas expandidas até o 1º nó visível (Zadoks G.S. 12 to 31), repetindo aplicações entre tais estágios com intervalo de 10 a 14 dias. Volume de água: 200 L/ha.

Citros

Citros: 1 a 2 L/Bomba de 2000L no perídodo vegetativo ou pré-florada

Café

Café: Aplicar de 1 a 3 L/ha nas fases de Pós-Colheita, Granação, Enchimento e Maturação. Repetir quando necessário em intervalos de 10 dias entre as aplicações. Volume de água: mínimo de 200-500 L/ha.

Algodão

Algodão: Realizar 4 aplicações de 0,25L/ha nas fases de fechamento de stand, florescimento, formação do capúlio e enchimento da maças ou 2 aplicações de 0,5L/ha no florescimento e enchimento das maças. Volume mínimo de água: 200 l/ha

Alface

Alface e outras folhosas: 50 ml/100L de água, realizando uma aplicação semanal até o final do ciclo, iniciando as aplicações a partir de 30 dias após transplante. Volume água mínimo de 200 L/ha.

Milho

Milho: 1-3 L/ha aplicados com a primeira entre 4 e 8 folhas expandidas. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Cebolas

Cebola: Três aplicações de 1-3 L/ha, com a primeira entre 4 e 6 folhas expandidas. As próximas devem respeitar intervalo de 10 a 14 dias entre aplicações. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Batatas

Batata: 1-3 L/ha aplicados entre 7 e 14 dias após 100% da emergência das plântulas, repetindo a aplicação 20 dias após o início da tuberização e novamente durante o enchimento dos tubérculos. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Sorgo

Sorgo: Três aplicações de 1-3 L/ha, com a primeira entre 4 e 6 folhas expandidas, e respeitando um intervalo de 10 a 14 dias entre aplicações. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Soja

Soja e Feijão: Aplicar 0,5L/ha no estádio fenológico correspondente a V3/V4, repetindo a aplicação com mesma dose em R1/R2. Volume de agua mínimo de 200L/ha.

Cana

Cana-de-açúcar: Aplicar de 0,5 - 2,0 L/ha no período vegetativo. Realizar repetições quando necessário, obedecendo intervalo de 14 dias a cada aplicação. Volume de água mínimo de 200L/ha.

Girassol

Girassol: Três aplicações de 1-3 L/ha, com a primeira entre 4 e 6 folhas expandidas, e respeitando um intervalo de 10 a 14 dias entre aplicações. Volume de água: mínimo de 200 L/ha.

Tabaco

Tabaco: Aplicar 3L/ha, fracionando nos períodos de 30, 40 e 60 dias após o transplante (uso via drench). Volume mínimo de água de 200L/ha

Tomate

Tomato: Aplicar 0,5L/ha a cada 10-15 dias durante todo o ciclo a partir do florescimento. Volume de água mínimo de 200L/ha