Influenciando a firmeza do tomate e a vida de prateleira


Tomates frescos com boa firmeza são menos propensos a sofrer danos e têm maior vida de prateleira. Maiores níveis de cálcio na parede celular melhora a firmeza dos frutos e como resultado, as características de transporte e armazenamento. Quando são enlatados, os frutos de tomate devem possuir parede celular espessa e firme, de maneira que mantenham o formato quando cozidos. O pedúnculo deve também ser fácil de remover.

Há um decréscimo na firmeza com a maturação do fruto. O uso de cálcio ajuda a minimizar o colapso de pectina, segurando a matriz de pectina, e mantendo a estrutura da parede celular. A firmeza do tomate é avaliada por testes de carga de pressão. Tomates com firmeza Durofel maior que 75 são descritos como firmes, 60-70 são macios e menor que 60, flácidos.

Nutrição das Plantas, Firmeza do Tomate e Vida de Prateleira

Nitrogênio

Nitrogênio

A qualidade do tomate e a vida de prateleira são prejudicados pelo uso excessivo de amônio. O fruto apresenta maior firmeza e é mais facilmente comercializável quando formas de nitrogênio nítrico (nitrato de cálcio, nitrato de potássio) são usadas.

Cálcio

Cálcio

O cálcio é necessário para manter uma boa qualidade e estrutura dos frutos. Suprimentos adequados melhoram a firmeza do tomate.

Boro

Boro

O boro possui influência positiva no nível de rachadura e na vida de prateleira dos frutos de tomate. Qualquer rachadura no ombro dos frutos aumenta a perda de água e a suscetibilidade ao ataque de patógenos.