Aumentando o número de folhas e afilhos

O número de folhas e afilhos determina o tamanho do dossel e o número de espigas (espiguetas) na colheita. Dependendo do número total de afilhos desenvolvidos e quantos sobrevivem até a colheita, o número de espigas e espiguetas é determinado. Os macronutrientes mais importantes para afilhamento, crescimento foliar e sobrevivência de afilhos são nitrogênio, fósforo e enxofre. Dos micronutrientes, manganês e zinco são os mais importantes para aumentar o número. de folhas e afilhos.

Nutrição das plantas e número de folhas e afilhos

Nitrogênio 

O nitrogênio é o nutriente mais importante para a obtenção de altas produtividades. Suprimentos adequados geram folhas maiores e portanto um dossel maior, com desenvolvimento foliar mais rápido. A deficiência de nitrogênio, por outro lado, reduz a taxa de iniciação de primórdios florais, o que reduz o número de espiguetas potenciais (locais de grãos).

Efeito do suprimento de Nitrogênio

A sobrevivência de afilhos que são produzidos pode ser influenciada por interações entre doses e épocas de aplicações de nitrogênio.

Nitrogênio

Onde o número de afilhos está abaixo do ótimo, a aplicação de doses maiores de nitrogênio no início da safra (Zadoks 25-30) aumentará o número de afilhos e assim, o número final de espigas. Essa manipulação da cultura não deve ser usada nas situações onde a população de plantas está em bons níveis, uma vez que isso pode causar número excessivo de folhas e afilhos, podendo resultar em acamamento. Aplicação de doses menores no início deve ser realizada quando o número de afilhos está dentro do recomendado.

Efeito do início da taxa de aplicação de Nitrogênio

 

Quando o trigo está crescendo, o tempo para produção total de folhas e afilhos é limitado, de maneira que suprimentos no início e altas doses de nitrogênio são fatores críticos para se atingir a taxa de crescimento inicial e número de afilhos exigida. 

Todos esses fatores contribuem para que a produtividade seja aumentada a partir de aplicação de nitrogênio no trigo.

Resposta da aplicação de nitrogênio

A influência do nitrogênio na produtividade pode claramente ser vista na curva com a aplicação quase duplicando o rendimento da cultura. A resposta da aplicação de nitrogênio diminui uma vez que as taxas muito elevadas são aplicadas devido ao crescimento da folha e da cultura. O ponto óptimo da taxa de nitrogênio (N opt) é a taxa que o máximo benefício econômico é encontrado.

Fósforo

Influência Ph no solo

O fósforo é considerado o segundo nutriente mais importante depois do nitrogênio em termos de influência no crescimento e desenvolvimento das plantas. Após o desenvolvimento da cultura com duas ou três folhas, as plantas começam a depende do fósforo disponível no solo para crescimento continuado das folhas e aumento no número de afilhos. A disponibilidade de fósforo no solo é influenciada por inúmeros fatores incluindo pH, outros nutrientes como alumínio, ferro e cálcio, umidade do solo e temperatura.

Fosfato sazonal na retirada de trigo de inverno

Portanto é importante assegurar que fósforo prontamente disponível seja aplicado para evitar limitações no crescimento inicial de afilhos. No trigo de inverno existem duas épocas que são importantes de se considerar. Primeiramente, durante o início do estabelecimento da cultura (Zadoks GS 13-25), quando ocorre grande crescimento inicial de folhas e raízes, e depois com estabelecimento das plantas e dos colmos (Zadoks GS 25-30). No período de março a maio (cultivo no hemisfério norte), 70% do fósforo é extraído, portanto aplicações de fertilizante fosfatado deve visar suprir essa demanda.

Vantagem de produtividade

Aplicações foliares de fósforo podem ser incluídas dentro de um programa de adubação fosfatada, para que se possa melhorar a nutrição com fósforo quando a disponibilidade no solo é muito limitada. Tal prática auxilia no crescimento e desenvolvimento inicial do trigo. 

Enxofre

Enxofre

O enxofre é outro nutriente crítico, exigido pelas plantas de trigo para assegurar crescimento dos afilhos em desenvolvimento. Os chamados blocos de construção para o desenvolvimento das plantas são a combinação de enxofre e aminoácidos, a partir dos quais as proteínas se desenvolvem. O enxofre é pouco translocado no interior da planta, de maneira que as estruturas mais jovens são as primeiras a serem prejudicadas sob deficiência de S. Para superar tais problemas, um suprimento contínuo, por meio de aplicações múltiplas de enxofre devem ser realizadas para suprir as plantas durante o pico de demanda. Enxofre foliar pode também ser incluído para superar deficiências transitórias.

Absorção de nutrientes

Manganês e zinco 

Manganês e zinco são dois micronutrientes importantes que afetam os componentes de produtividade, como número de espigas e tamanho dos grãos, resultando em aumentos na produtividade final.

Efeito da adubação com manganês e zinco

Efeito da fertilização do Manganês

Macronutrientes - Mn

Micronutrientes - Mn

Outras práticas de manejo que influenciam a produtividade do trigo

O número de afilhos que se desenvolvem será afetado pelos seguintes fatores: 

  • Escolha da cultivar / Tipo de trigo – as variedades apresentam diferentes capacidades de afilhamento e velocidade de desenvolvimento.  
  • Data de semeadura – semeadura antecipada aumenta número de afilhos por planta.  

O número de afilhos que se desenvolvem será afetado pelos seguintes fatores: 

  • Escolha da cultivar / Tipo de trigo – as variedades apresentam diferentes capacidades de afilhamento e velocidade de desenvolvimento.  
  • Data de semeadura – semeadura antecipada aumenta número de afilhos por planta.  
  • Quantidade de sementes – alta quantidade de sementes dá origem a maior quantidade de plantas estabelecidas e menos afilhos.
  • Condições do solo / sulco de semeadura – sulcos mal feitos e compactação do solo diminuem a velocidade de desenvolvimento dos afilhos.  
  • Controle de pragas ex., larvas.  
  • Status de nutrientes no solo – boa fertilidade (rico em nitrogênio) aumenta número de afilhos.  
  • Aplicações de nitrogênio – aplicações de nitrogênio originam aumento no tamanho de folhas, número e sobrevivência de afilhos. Quantidade de sementes – alta quantidade de sementes dá origem a maior quantidade de plantas estabelecidas e menos afilhos.  
  • Condições do solo / sulco de semeadura – sulcos mal feitos e compactação do solo diminuem a velocidade de desenvolvimento dos afilhos.  
  • Controle de pragas ex., larvas.  
  • Status de nutrientes no solo – boa fertilidade (rico em nitrogênio) aumenta número de afilhos.  
  • Em geral, como o número de sementes é reduzido, e quanto mais antecipada for a semeadura, mais afilhos vão ser produzidos em cada planta, de maneira que o número final de plantas será dependente do número de afilhos que sobrevivem e produzem espigas.

Em geral, como o número de sementes é reduzido, e quanto mais antecipada for a semeadura, mais afilhos vão ser produzidos em cada planta, de maneira que o número final de plantas será dependente do número de afilhos que sobrevivem e produzem espigas.

O número e a sobrevivência de afilhos pode ser influenciado por:

  • Condições do tempo no outono e no inverno – o frio atrasa a formação de folhas e afilhos.  
  • Aplicação de reguladores de crescimento das plantas – reguladores de crescimento podem ser usados para diminuir a dominância apical, aumentando a sobrevivência/número de afilhos.  
  • Aplicações de nitrogênio – aplicações de nitrogênio originam aumento no tamanho de folhas, número e sobrevivência de afilhos.